Como denunciar assédio moral no trabalho?

Além de não saber como denunciar assédio moral, muitas pessoas tem dificuldade até mesmo de identificar quando estão vivendo essa situação, principalmente no ambiente de trabalho. Isso porque, por vezes, pode-se confundir questões relacionadas ao modo de gestão com condutas abusivas.

Contudo, é certo que quem realmente está passando por isso, acabará percebendo devido às consequências que essa conduta causa para a vítima. O assédio moral pode resultar em danos psicológicos e sociais que acabam por ficar visíveis com o tempo. A seguir vamos esclarecer como denunciar assédio moral e outras informações úteis.

Como identificar que está sofrendo assédio moral?

O assédio moral geralmente não é algo praticado abertamente pelo agressor e, por isso, pode ser difícil de identificar. Quando a situação de assédio está relacionada a apenas um indivíduo, isso se torna mais fácil, pois será possível observar a diferença de tratamento entre eles e os colegas.

De um modo geral, o assédio tem consequências que facilitam sua identificação. Trata-se de ações repetitivas, que resultam na humilhação, constrangimento, baixa autoestima e outros sentimentos semelhantes na vítima.

O assédio nem sempre é direto. Ele pode se manifestar a partir da atribuição de funções triviais a pessoas qualificadas, omissão de informações fundamentais para a realização do trabalho, disseminação de calúnias e comentários maldosos, apropriação de ideias e de outros materiais produzidos, dentre outras.

Para identificar a situação de assédio, portanto, deve-se observar aspectos como repetição das ações, a ausência de vínculo entre elas e as políticas da empresa e as consequências emocionais e sociais causadas. Agora vamos explicar como denunciar assédio moral sofrido no trabalho.

Como denunciar assédio moral no trabalho quando a situação é coletiva?

Existem contextos em que toda uma equipe sofre assédio moral de superiores. Por exemplo, uma equipe de telemarketing que tem um supervisor que grita e ameaça seus subordinados, ainda que diga estar brincando, recorrentemente, deixando os funcionários em estado de ansiedade, medo de perder o emprego, irritação, baixa autoestima, etc.

Esse é um caso de assédio moral coletivo. Situações como essa podem ser denunciadas de maneira anônima no sindicato de referência ou no Ministério Público do Trabalho. Em ambos os casos é interessante ter algumas provas de que a situação ocorre para agilizar o processo de investigação e medidas corretivas dessas instituições em relação à empresa.

Como denunciar assédio moral no trabalho quando é um caso individual?

Quando o assédio ocorre direcionado a uma pessoa específica, é importante também que ela junte provas, mesmo que sejam anotações com as datas, horas, responsável e descrição das ocorrências. Contudo, o ideal é junto o máximo de evidências.

O primeiro passo para denunciar assédio moral sofrido individualmente em uma empresa é procurar pelo setor de RH, explicando a situação, se considerar essa medida confiável. Isso pode evitar problemas no caso de um processo futuro.

Se mesmo após esse procedimento a situação de assédio prossegue, pode-se recorrer, novamente, ao Ministério Público do Trabalho ou buscar um advogado para dar entrada em um processo trabalhista.

É preciso ter em mente que o assédio moral é uma situação delicada, portanto, um dos cuidados a serem tomados sobre como denunciar assédio moral, é evitar avisar o agressor ou conversar diretamente com ele sem testemunhas. Isso pode desdobrar a situação para rumos piores, principalmente se a pessoa for um superior.

Caso precise de ajuda com uma situação de assédio moral ou outras questões trabalhistas, entre em contato com o Escritório Marcos Roberto Dias: nós podemos te ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *