Advogado trabalhista gratuito: cuidados que você precisa tomar!

Muitas pessoas não sabem exatamente como funciona o atendimento de um advogado trabalhista e, por considerarem que não têm condições de pagar pelos serviços, acabam buscando por um advogado trabalhista gratuito como solução. Contudo, isso pode acabar direcionando essas pessoas para os profissionais errados. Por quê? Continue lendo este artigo e você vai descobrir!

Advogado trabalhista gratuito realmente existe?

A resposta para essa pergunta é muito simples: não. Mas isso não quer dizer que se você não dispõe de recursos para pagar um advogado imediatamente e está precisando entrar com uma ação contra uma empresa, sua situação está perdida. Vamos explicar por partes.

Em primeiro lugar, é importante que você saiba que a Organização dos Advogados do Brasil estabelece algumas normas para a divulgação dos serviços de advocacia, sendo que, dentre elas, conforme o inciso primeiro, do artigo 31, do capítulo V: “São vedadas referências a valores dos serviços, tabelas, gratuidade ou forma de pagamento, termos ou expressões que possam iludir ou confundir o público (…)”.

Acreditar que existem advogados que atendem gratuitamente, exceto no caso daqueles que trabalham em serviços públicos e são remunerados por estas entidades, seria acreditar que uma pessoa que investiu tempo e dinheiro em anos de estudos está disposta a trabalhar de graça. Isso faz sentido para você? Estamos certos de que não. Então, o que fazer se você precisa de um advogado trabalhista e não tem recursos para pagar?

Como funciona o atendimento jurídico gratuito no setor público?

Na esfera pública é possível encontrar serviços jurídicos que são oferecidos gratuitamente para pessoas que se enquadram em uma determinada renda ou situação social. São o Juizado Especial Cível, a Defensoria Pública e os escritórios vinculados às universidades e faculdades.

Contudo, os dois primeiros não atendem processos trabalhistas e previdenciários e os últimos podem apresentar longas filas para atendimento.

Mas eu preciso de um advogado trabalhista gratuito, o que fazer?

Em primeiro lugar, precisamos esclarecer uma coisa: você não precisa de um advogado trabalhista gratuito, você precisa apenas de um advogado trabalhista que esteja disposto a representar o seu caso. Como assim? É que o fato de você não ter dinheiro nesse momento para pagar o advogado, não significa que não possa contratar um.

A verdade é que o advogado trabalhista cobra seus honorários a partir de uma porcentagem sobre o valor da causa, o que é chamado de “contrato de êxito”. Desse modo, ele receberá apenas no final do processo se ganhar a causa e, caso perca, o trabalhador não terá que pagar nenhuma quantia.

Como escolher um advogado ou escritório de advocacia trabalhista?

Ficamos entendidos que, antes de qualquer coisa, você não deve contratar alguém que faça um anúncio dizendo ser um advogado trabalhista gratuito, certo? Isso porque esse profissional está tendo uma conduta antiética e certamente não é uma pessoa confiável para cuidar do seu caso.

Fora isso, ao escolher um escritório, você deve avaliar aspectos como atendimento, reputação, experiência, prontidão, honestidade e especialidade. Portanto, faça pesquisas, confirme a regularidade do advogado ou associação na OAB e conheça os profissionais pessoalmente antes de contratar.

Se você está buscando por um advogado trabalhista, sugerimos que conheça o Escritório Marcos Roberto Dias, no qual garantimos que você pode confiar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *